UNIVALI NÃO CUMPRE A CCT E SINDICATOS VÃO Á JUSTIÇA

A UNIVALI divulgou por meio de comunicado que não procederá o desconto da contribuição negocial estabelecida na cláusula 63 da Convenção Coletiva de Trabalho firmada com o Sindicato patronal das escolas privadas (aquela mesma que estabeleceu o reajuste salarial, triênios, pisos, etc. ). Como se trata de uma relação exclusiva entre os trabalhadores e os sindicatos e a UNIVALI tenha extrapolado sua competência ao intervir no assunto, as entidades que representam os professores e administrativos ingressaram com ação de cumprimento junto a Justiça do Trabalho, restando que o Magistrado abriu prazo de 15 dias para que a Instituição se manifeste, após o que, proferirá sentença.